Copyright 2014. © |Sandra| |Rey|. 

[Lugares]

|Jardim de Monet, Giverny| - |Kingston Gardens, Londres| - |Molhes da Barra, São José do Norte, RS| - |Praia do Encanto, Ilha de Tinharé, Ba| - |San Pedro de Atacama, Deserto de Atacama, Chile| - |Bela Vista, Porto Alegre, RS| - |Serra do Rio do Rastro, SC| - |Chapada Diamantina, Ba| 

Exposição Individual Studio CLIO, Porto Alegre, RS. 2012.

Curadoria Blanca Brites e Leandro Selister

Instalação que articula três grupos de trabalhos e um vídeo apresentando fragmentos de paisagem extraídas de fotografias registradas durante caminhadas realizadas em lugares como Ilha de Tinharé, BA (2012), Molhes da Barra, São José do Norte, RS, Deserto de Atacama, Chile, Jardim de Monet, Giverny, França, (2009), Kingston Gardens, Londres (2009), Chapada Diamantina, BA (2005).

A dimensão processual dos deslocamentos na natureza se constitui enquanto fim em si, ao mesmo tempo que engloba a produção de uma experiência que se tece na rede de relações estabelecidas a partir do lugar.

Na exígua ante-sala do Studio Clio, 143 fotografias de fragmentos de paisagens realizadas em lugares mais ou menos próximos e bem distantes, colocando-os em relação com um fragmento do poema “A Suposta Existência”, de Carlos Drumond de Andrade:

"Como é o lugar quando ninguém passa por ele? Existem as coisas sem ser vistas?"

                                                                                                                          Drumond:A Suposta Existência

 

– O que trama a relação entre lugares tão diversos e distintos reunidos numa mesma instalação? O seu atravessamento.

As imagens que constituem a instalação são provenientes dos “arquivos de deslocamento” que guardam o registro de caminhadas realizadas junto à natureza, em lugares diversos, desde 2003. Os arquivos de deslocamento é um work in progress (atualmente com cerca de 20 mil imagens) que guarda a documentação de ações de deslocamento junto à natureza, através de narrativas visuais fragmentadas, e servem de reservatório para a criação de montagens e instalações a partir da relação arte e vida e de experimentações que desdobram e resignificam os dados do real.